06Pouco freqüente, com uma incidência de aproximadamente 5% nos cães e gatos. As principais áreas de aparecimento são as fossas oclusais do primeiro molar superior, face vestibular de caninos e primeiro molar inferior. A baixa incidência se justifica pelo fato da dieta não cariogênica, anatomia dental (pouca área oclusal), ph bucal básico 7,0 a 9,0 e nível alto de úreia salivar.

Deixe uma resposta