Dor de dente

Descubra alguns dos sintomas da dor de dente em cachorros e veja como ajudar o seu pet

Nem sempre é fácil identificar se o seu animal está passando por algum sofrimento odontológico, por isso é bom estar alerta quanto aos sinais de desconforto.

De maneira instintiva os animais tendem a esconder quando há algo complicado com a saúde deles, especialmente quando existe alguma alteração bucal. Por isso, é recomendável estar sempre com a avaliação veterinária em dia, inclusive com um especialista em odontologia.

Embora 80% dos cães têm problemas periodontais a partir dos 3 anos, apenas 5% deles apresentam de fato dor, ao ponto de os donos chegarem ao consultório veterinário com essa indicação. Os dados foram informados pelo veterinário americano Brett Beckman.

Mesmo com a dificuldade do animal em expressar o incômodo, há alguns sinais de alerta que o animal emite, como geralmente ocorre uma leve mudança de comportamento ou na rotina, evitando fazer coisas que ele gosta, como por exemplo, comendo menos, diminuindo o ritmo das brincadeiras, e entre outras ações que se, durem mais de dois a três dias, podem estar sinalizando problemas.

Listamos alguns sintomas que podem indicar problemas nos dentes do animal:

  • Mau hálito forte, com o odor que não é aquele já característico do animal;
  • Dificuldade ou demora para comer, com alguns casos em que o cão evita a alimentação e até perde peso;
  • Quando você observa que o bicho está mastigando apenas de um lado da boca;
  • O seu pet pode estar com dificuldade para pegar a comida e mantê-la na boca;
  • Há situações que o cão emite sons ao comer ou mesmo bocejar, é um efeito chamado vocalização, como se fosse uma reclamação;
  • É bem comum também a gengiva ficar bem vermelha, com uma cor fora do que é o padrão;
  • Há alguns casos que aparecem caroços ou inchaços, algumas vezes são apenas em um lado da boca.

Esses sinais nem sempre são muito perceptíveis, por isso é necessário que o dono conheça um pouco o perfil e o comportamento do seu animal e, caso desconfie, faça uma espécie de monitoramento, observando com atenção se identifica alguns desses sintomas descritos acima.

Há ainda casos mais característicos, onde o animal pode apresentar sintomas ainda mais graves que sinalizam problemas odontológicos. Nem sempre eles parecem relacionados aos problemas nos dentes, mas com uma avaliação de um médico veterinário pode ser confirmado com mais precisão.  Veja:

  • Pingos ou manchas de sangue nos brinquedos ou em panos que ele costuma brincar de morder;
  • Saliva com cor avermelhada, sinalizando sangue;
  • A saliva também passa a ter mudança, fica mais viscosa que normalmente é;
  • O cão passa a espirrar com muita frequência;
  • Coriza nasal se torna muito comum e persistente, algo que ocorre em situações como inflamação avançada na gengiva, próximo aos dentes caninos superiores, o que pode indicar que há perda de osso entre as cavidades oral e nasal;
  • Em alguns casos, o cachorro pode ficar arredio a carinhos na cabeça, ou seja, ele fica temeroso de que pegue na região próxima onde possa está acontecendo a inflamação, então evita que alguém pegue para que ele não sinta dor ou incômodo.

Prevenir é o melhor remédio contra a dor de dente do cachorro

A melhor forma de ajudar o seu bichinho a não ter dor de dente é a prevenção contra doenças e o cuidado diário, realizando a higienização dos dentes e da boca do animal.

De maneira natural, os próprios animais realizam a sua higiene com as brincadeiras de mordidas em brinquedos, por exemplo. Mas isso nem sempre é suficiente pois há alguns restos de alimentos que podem ficar entre os dentes e, dessa forma, acumular bactérias e gerar placas que, futuramente, irão comprometer a saúde animal. A boca do cachorro é mais alcalina, portanto, facilita a ação de bactérias caso não haja uma higienização adequada.

Há alguns pontos de prevenção que devem ser destacados:

  • Escovação do dente: sim, os animais precisam ter uma higiene mais profunda para evitar doenças periodontais. Há escova e produtos de limpeza específicas para pets que ajudam na prevenção da saúde bucal. Confira no link abaixo as consequências da falta dessa higiene nos dentes:

 Saúde bucal: Três doenças causadas por falta de escovação em pets

  • Alimentação adequada: Saber selecionar a ração conforme a raça e o porte do animal também é importante para a saúde bucal. A textura, os nutrientes e o tamanho do alimento também devem ser considerados para que evite o resto de alimentos na boca;
  • Exames periódicos: É importante estar com a consulta e os exames em dia. Para isso, é primordial passar pela avaliação de um veterinário especialista em odontologia que irá investigar a saúde bucal do seu bicho, indicar os exames necessários e avaliar se a escovação está correta.

Se o seu animal está com algumas das características, procure a Pet Place e agende uma consulta com um dos nossos veterinários especializados. Garanta a saúde do seu animalzinho!

Deixe uma resposta