banho-pet

 

Quando se trata da higiene básica do seu cão, a escolha dos produtos certos a serem usados durante o banho é muito importante. Atualmente houve uma evolução no mercado de produtos higiênicos para pet, pois através dos estudos sobre o pelo e a pele dos animas foi possível criar produtos adaptados conforme a necessidade do seu cão.

Quais produtos são ideais na hora do banho do seu pet?

Não é recomendado usar barra de sabão ou o shampoo que você utiliza para dar banho no seu animal, o ideal é utilizar shampoos com PH balanceado e sem sal, hidratantes e produtos fortalecedores para não irritar a pele e o pelo. Os produtos neutros são os melhores, sempre leia a composição e indicações, pois alguns produtos ajudam inclusive na batalha contra pulgas, carrapatos e outros parasita, evite produtos humanos como sabão de côco e sabonetes ou shampoos de glicerina.

Com que frequência você deve levar seu pet ao pet shop?

Levar o seu animal de estimação para tosar é muito importante também e o que gera dúvida recorrente entre os donos dos pets é em relação ao momento certo para tosar. O tempo é variável, pois depende da raça e da necessidade de cada animal, porém o tempo aconselhável seria uma vez por mês ou uma a cada dois meses, lembrando que a tosa vai além de deixar o seu pet bonito, ela serve também para a higiene. Algumas raças precisam ir até o pet shop com mais frequência para tomar banho também, pois a sujeira acumulada na pele pode gerar algumas doenças.

Quais doenças podem ser causadas ou pioradas com o uso indevido de produtos no banho?

Parasitas e pragas: Os carrapatos e as pulgas são os maiores causadores de problemas de pele nos pets, já que se alimentam de seu sangue, isso faz com que o animal se coce de maneira compulsiva. Geralmente, as picadas deixam a pele vermelha e bem inflamada, o que piora conforme a coceira aumenta.

Traumatismos na pele: Certos acidentes podem deixar sequelas permanentes na pele do animal, cicatrizes provocadas por cirurgias, queimaduras ou pancadas demandam supervisão para evitar que outros problemas sejam desencadeados. Os tratamentos de feridas mais profundas são tratados com antibióticos, cicatrizantes e antissépticos, além disso, uma ferida mal cicatrizada pode produzir infecções.

Alergia: O seu cachorro pode ter alergia de pólen, medicamentos, poeira, ácaros ou algum alimento específico. As alergias provocam coceira, vermelhidão e secura da pele e muitas vezes as tentativas para aliviar a coceira podem piorar a situação, criando feridas e lesões provocadas pela alergia.

Sarna: é uma doença na pele (cutânea) que causa coceira intensa, feridas e até infecções, é causada por ácaros que se alojam na pele do animal, se alimentam e assim se desenvolvem. Existem três tipos de sarna em cachorro, dois deles são contagiosos.

A maioria das doenças de pele em cães podem ser evitadas com a higiene do local onde o cão passa a maior parte do tempo e também dos objetos com os quais ele entra em contato. Banhos periódicos utilizando os produtos corretos e a escovação dos pelos amenizam a sujeira e reduzem as chances do animal se contaminar, por isso é recomendado que seu pet seja levado ao petshop regularmente e principalmente quando for tomar banho, pois o local é preparado para suprir as necessidades do seu cão e também possui os produtos corretos para a higiene e cuidados dermatológicos.

Deixe uma resposta