dog

Prevenir é a melhor alternativa para evitar dor e doenças nos dentes do cachorro,escolher a ração é o primeiro passo para prevenção.

Você sabia que seu cachorro pode ter dor de dente e doenças graves na boca assim como os humanos? É por isso que cuidar dos dentes é fundamental.O principal causador dessas doenças periodontais é o tártaro que pode acumular nos dentes.

Escovar os dentes é uma boa alternativa para prevenir. 

 

 

Escolher bem a ração também ajuda a evitar doenças nos dentes do seu cão.

O pesquisador, professor e veterinário americano Colin Harvey, da University of Pennsylvania, School of Veterinary Medicine, elencou os principais pontos que devem ser considerados na hora de selecionar o alimento do animal:

  • Formato: Sim, é preciso um formato adequado ao porte do animal. O mais adequado é a sugestão do veterinário, mas de maneira geral, o grão precisa ser de um tamanho que não penetre com facilidade entre os dentes do bicho. Isso porque se os resíduos ficarem lá após a refeição fica mais difícil para o animal tirar de maneira natural. Restos de alimento, assim como ocorre com os humanos, acumulam bactérias;
  • Consistência: a ração precisa ter uma consistência adequada, mas não muito dura, para promover um efeito áspero eficiente nos dentes. Isso ajuda ao animal, durante a mastigação, a remover bactérias que estão aderidas na superfície dentária com esse “atrito” natural ao mastigar;
  • Proteínas: Em sua composição, o alimento precisa conter  proteínas que fornecerão ao animal saúde e condições imunológicas de produzir anticorpos capazes de agir no combate do Tártaro;
  • Menor umidade: Rações mais secas também evitam o acúmulo de restos nos dentes e auxiliam na mecânica da mastigação do cão. Isso ocorre pela baixa aderência delas na superfície dental.
  • Composição: Rações que contam com a presença de Hexametafosfato de Sódio, fosfato que retira os íons de cálcio oriundos da alimentação, ajudam s combater a calcificação das bactérias e a formação do tártaro em até 78,6%.

Como forma o tártaro nos cachorros?  

O resto de alimentos dos dentes dos cachorros atrai bactérias. Essas bactérias forma placas ao redor dos dentes que chamamos de tártaro. O tipo de alimentação pode interferir diretamente no acúmulo da placa bacteriana, especialmente quando os alimentos úmidos e semiúmidos são os escolhidos.

Quanto maior umidade da ração, ela adere com facilidade na superfície dos dentes e na região da gengiva. Com isso, a facilidade ficarem restos é grande.

Um cachorro pode ter tártaro ou doenças nos dentes independente da raça ou idade. Cães jovens podem desenvolver altos índices de formação, que se agravam com o avanço da idade porque naturalmente terão dificuldade em mastigar. 

É preciso cuidar dos dentes dos animais

Ainda não faz parte de a cultura brasileira dar atenção aos cuidados com os dentes dos animais, seja com a escovação, com brinquedos que os ajudem a roer – ato que ajuda na limpeza, ou mesmo em uma consulta com um veterinário especialista em odontologia.

Mas a dor de dente em animais é real, causa sofrimento e pode evoluir para doenças graves, o tártaro é uma dessas consequências.

Além do cuidado na alimentação, existem vários produtos indicados para cuidar dos dentes dos cães, como escova, pasta de dente específica e petiscos enriquecidos com elementos anti-tártaro.

Outras dicas para evitar o tártaro nos cachorros

Os animais têm em seu instinto de proteção a limpeza dos dentes feita, principalmente, pelo ato de roer ou em brincadeiras utilizando a boca. Então, você pode estimular ainda mais e contribuir para higiene bucal da seguinte forma:

  • Brinquedos para que ele possa roer, alguns são inclusive em forma de osso, feitos com material sintético, emborrachado ou de nylon;
  • Aperitivos secos, como biscoitos, palitos, barrinhas comestíveis, entre outros, que possuem tamanho, textura e formas que ajudam ao animal o ato de mastigar. Geralmente na embalagem já vem a indicação do fabricante e informações contidas no artigo;
  • Escovação dos dentes;
  • Fique atento ao comportamento diferente do cachorro. Se o seu animal está evitando comer, emite sons estranhos ao se alimentar ou anda tristinho, é bom procurar uma avaliação, pode ser um problema nos dentes.

Se o seu cachorro nunca fez uma consulta odontológica, está na hora. Procure um Médico Veterinário especialista em odontologia, tire suas dúvidas e garanta a saúde do seu animal de estimação.

Deixe uma resposta